Um moletom legal, um case da moda ou um celular de última geração. Coisas como essas costumam ser mais baratas fora do Brasil, principalmente nos Estados Unidos e na China. E se não está nos seus planos dar uma passadinha por lá, uma opção é comprar pela Internet. Muitos produtos, mesmo taxados, saem muito mais baratos do que no Brasil. Só é preciso tomar um certo cuidado para garantir um negócio seguro e evitar dores de cabeça. E aí vai um passo a passo para chegar lá!

Passo 1: pesquise
Acesse o Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br) para ver se o site em que você deseja comprar tem alguma denúncia registrada. Além disso, pergunte para conhecidos se conhecem um site legal, se sabem de alguém que faz compras internacionais etc. Além disso, verifique como é o atendimento do site. Veja se eles possuem um chat e se respondem e-mails rapidamente, já que é essa a ferramenta que você vai ter se alguma coisa não sair como o previsto.

Passo 2: verifique o valor da moeda e as taxas do cartão

Quando vamos fazer uma importação, é preciso lembrar que o valor pago pelo produto deverá ser convertido para a moeda do país de origem. Assim, se você for comprar uma peça nos Estados unidos, vai pagar em dólar e terá que verificar o valor da moeda para descobrir, em reais, quanto ela custará. Também vale verificar com a fornecedora do cartão de crédito se você será tarifado por compras no exterior. Isso não é comum, mas pode acontecer.

Passo 3: conte com as taxas de importação

No Brasil, produtos vindos de fora podem ser taxados e aí eles podem ficar até mais caros do que se você comprasse numa loja daqui. Uma coisa importante a saber: a sua  encomenda pode vir pelo correio ou por courier (Skynet, Fedex, UPS, DHL etc). Aqui no Brasil, a legislação de importação muda conforme o meio de transporte. A remessa que entra no país via Correios conta com isenção de impostos quando o valor declarado é de até US$ 50. Só que, em compensação, o prazo de entrega pode ser de até três meses. Agora, quando o valor declarado é mais alto, fica difícil calcular o custo final do produto, já que a cobrança será feita por amostragem, ou seja, alguns pacotes serão taxados e outros, não. Produtos entregues por empresas privadas (courier) são sempre taxadas.

Passo 4: faça teste

Antes de comprar um celular ou outro produto mais caro, use o site para adquirir algo de valor menor. Veja se eles entregam na data prometida e se o produto chega em perfeito estado.

Passo 5: use formas de pagamento seguras

Hoje existem formas de pagamento em que a fatura só é gerada depois que o produto for entregue. Nos sites gringos, o mais usado é o PayPal. Essa ferramenta também garante a devolução do seu dinheiro caso eles entreguem um produto errado, quebrado ou coisa do tipo.

Você vai curtir também:

Case para celular

 

Renovando a playlist

Bolsa USA